Segundo os dados da OMS e da ONU, o Brasil desponta como recordista de mortes e acidentes viários e, com pesar, acompanhamos o aumento significativo desses dados.

Toda a sociedade amarga a perda de amigas(os) e familiares em decorrência de acidentes de trânsito. Esses acidentes também geram gastos com programas de saúde e previdência social, como os custos com internação, programas de reabilitação e benefícios decorrentes da incapacidade laboral. Os gastos sociais no Brasil alcançam as cifras de 50 bilhões de reais, de acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária.

Estudos apontam que 90% das infrações no trânsito são comprovadamente ocasionadas pelo fator humano, portanto, a etapa de avaliação psicológica nesse contexto mostra-se efetiva em relação a um sistema preventivo no campo do Trânsito.

Uma faixa crítica em que incidem os acidentes de trânsito são de jovens entre 18 e 34 anos, sendo, por isso, incompreensível que, justamente nesses casos, proponha-se um período maior para a renovação da CNH – Carteira Nacional de Habilitação.

Nós da Chapa Força e InovAção vimos manifestar o nosso repúdio aos Projetos de Lei que RETIRAM O DIREITO DA SOCIEDADE BRASILEIRA de ter segurança no trânsito, já que a ampliação do tempo de validade da CNH e a ampliação do número de pontuação para 40 pontos aumentarão, proporcionalmente, o número de tragédias e mortes no trânsito.

Acreditamos que essas propostas reforçam a indústria da impunidade e não contribuem em nada para maior segurança no trânsito, ao contrário, são um RETROCESSO. Esse afrouxamento nas regras de pontuação e a ampliação da validade da CNH estimulam a infração da lei e referenda atitudes de risco.

Somos FORÇA E INOVAÇÃO e seguiremos lutando contra os retrocessos em todos os campos!

#ForçaeInovação
#CRPPR
#ChapaForçaeInovação